MATIZ POMBALINA BAR

VERSAO PORTUGUESA  ENGLISH VERSION

INÍCIO           IMAGENS          CONTATOS         CARTA  BAR 

 

 

EVENTOS PRIVADOS

 

O COCKTAIL BAR MATIZ POMBALINA, promove a organização e disponibiliza espaços para eventos privados e empresas. Para grupos até 50 pessoas, o Matiz tem  firmadas parcerias preferenciais com músicos, artistas profissionais e com   restaurantes de referência para fornecimemto de refeições em regime de catering. Consulte-nos.

.  

 

COCKTAIL WORKSHOP

 

TODOS OS PRIMEIROS SÁBADOS DE CADA MÊS. GRUPOS MÍNIMOS DE 8 PARTICIPANTES. PRÓXIMA SESSÃO EM PLANEAMENTO. INSCRIÇÕES OBRIGATÓRIAS ATÉ 1 SEMANA DE ANTECEDÊNCIA . Solicite condições e preços para sessões à medida, para grupos superiores a 10 pessoas. Ver PROGRAMA DO WORKSHOP COCKTAIL.

 

 

 MÚSICA AO VIVO

 Sra Belo no Matiz Pombalina Bar

 Elegância e harmonia vocal, aliadas a uma aberta e franca relação de empatia teatral com a audiência, são os credenciais que asseguram a SARA BELO o sucesso do percurso artístico iniciado nos bancos universitários da Licenciatura  em Teatro do ESTC, do  Mestrado na Faculdade de Letras e do Curso de Canto Clássico do Conservatório Nacional, depois laboratorialmente afinados nos históricos palcos do Teatro Nacional D. Maria II, Teatro S. Carlos e  Teatro da Trindade. A rara coabitação desses dotes naturais tem sido meticulosamente trabalhada desde 1995, a solo e em diversas formações, nos mais distintos cenários do mundo da música, No Matiz, Sara é fiel ao espírito do espaço e apesar das improvisadas divagações por outras paragens, persiste habilmente num forte compromisso com o nosso habitual registo Jazzítico.

 

 MATIZ POMBALINA BAR - ANTONIO NEVES DA SILVAANTÓNIO NEVES DA SILVA terminou o Curso Geral de Piano do Conservatório Nacional, e em 1987 finalizou o Curso Superior de Piano . Abordou  a linguagem do Jazz e da Improvisação  na Escola de Jazz do HCP. Menção Honrosa no concurso Música Jazz ou Improvisada, integrado no programa Cultura e Desenvolvimento promovido pela SEJ, através do Instituo da Juventude e da JMP, 1990. Licenciatura em Ciências Musicais. Mestrado em Artes Musicais, domínio de Música de Câmara, numa parceria entre a FCSH e a ESML. Actividade profissional entre o Ensino, o Concerto e a Composição Musical, tendo sido Professor e responsável pela abertura da cadeira de Laboratório de Improvisação no Musicentro, Salesianos de Lisboa, professor de Improvisação em Musicoterapia no Mestrado em Musicoterapia, Universidade Lusíada de Lisboa. Actualmente Pianista e Professor Adjunto convidado na ESTC. Actua a Solo ou em Grupo sendo a sua mais recente parceria com o coro St. Dominic’s Gospel Choir. É co-compositor e director musical dos Grupos Chauffeur Navarrus e The Norton's Project.

 

Martim Torres no Matiz Pombalina BarCom    fortes âncoras no Jazz e influências musicais evidentes do rock e da pop,  ANDRÉ BARROS e MARTIM TORRES são  adeptos da diversidade de experiencias musicais, trilhando constantemente novos rumos e ensaiando permanentemente novas parcerias com músicos de distintas tendências. Essa flexibilidade e adaptabilidade sustentam o percurso de sucesso do duo, e definem a sua imagem de marca como um projecto maduro, duradouro e dinâmico. Para o Matiz, quiseram apostar num espectáculo à medida dos valores do Bar e dos gostos dos seus habituais frequentadores. Constantes incursões pelo jazz e soul music, evocando de forma desinibida e original, grandes êxitos das maiores estrelas da cena internacional, matizam-se com alguns temas originais, dando largas à criatividade e enriquecendo o repertório.

 

PEDRO MIMOSO MATIZ POMBALINA BAR - PEDRO MIMOSOnasceu em Almada em 1970. Fez técnica de canto e em 1998 optou pela dedicação exclusiva à música de forma profissional, abraçando variadíssimos  trabalhos, projectos e eventos. Entre 1998 e 2000, cantor solista, coros e co-coordenação de coros especializados em harmonizações vocais, um retrato das canções de sempre de quase todo o mundo ecovers de música nacional e internacional. Conta com largos kilómetros e horas  de actuações pelo país, além de digressões no Brasíl, Andorra e E.U.A. Elemento do elenco do musical  em cena em Maio de 2004 e Abril de 2005 no auditório principal do CCB, foi fundador da primeira banda portuguesa de tributo ao grupo britânico QUEEN – os Good Company – tendo promovido a sua actuação de estreia no Hard Rock Cafe de Lisboa a 5 de Setembro de 2004. Desde 2005, integra elencos de musicais infantís e  coros de Igreja, num trabalho de apresentação de excertos de musicais. Participa em gingles e genéricos televisivos e de rádio, participa nos coros de cançóes concorrentes ao Festival RTP da canção, alcançando o 2º lugar sendo posteriormente concorrente ao Festival RTP da Canção 2008 no grupo Big Hit, intérprete do tema Por ti Portugal. Gravação de coros de diversos temas para o programa Operação Triunfo.Cantor residente do programa Chamar a Música transmitido pela SIC em 2008.

 

TÂNIA RIBEIRO MATIZ POMBALINA BAR - TÂNIA RIBEIROtem o Mestrado Integrado em Arquitectura. Desde cedo teve aulas de Ballet Clássico com Cristina Felipe e Elizabete Melo, sendo diplomada pela Royal Academy of Dance até ao grau V. Colaborou com o coro do colégio Salesiano em Lisboa, com o qual participou em diversos eventos, entre os quais a Grande Gala de Solidariedade Mãos Unidas (Coliseu dos Recreios). Autora de diversas letras e poemas e cantora em projectos como Baladas de Outono (com António Neves da Silva, Filipe Chaves e Paulo Luz), também passou pelo Teatro com a orientação da Prof.ª  Andrea Fernandes representando a adaptação da peça de Aquilino Ribeiro O Romance da Raposa. Frequentou aulas de canto com o Prof. Fernando Gomes e de Improvisação com António Neves da Silva no Musicentro, escola de música dos Salesianos de Lisboa onde participou em diversas audições. Aluna de canto da soprano Maria João Serrão divide-se entre os projectos musicais e actividades paralelas à arquitectura tais como decoração de interiores, concepção de cartazes e programas para eventos e workshops. É autora de um projecto para os mais novos em parceria com o pianista e compositor António Neves da Silva fazendo a ligação entre o desenho e a música. No Matiz, Tânia acompanhou com a sua original voz e fantástica mestria, o compositor António Neves da Silva.

 

ARTES PLÁSTICAS NO  MATIZ

Em paralelo com a sua actividade principal, o Cocktail Bar Matiz Pombalina assume uma orientação para a promoção e divulgação cultural e artística, associando-se desde o primeiro momento a um conjunto de referências incontornáveis da arte contemporânea.

 ARTE NO MATIZ POMBALINA BAR - RAQUEL MARTINSRAQUEL MARTINS é um dos nomes mais reconhecidos e respeitados no mundo das artes plásticas do nosso tempo e explora o seu enorme talento centrada na pintura figurativa, passando de um a forma quase sugestiva abstracta, a um tratamento gráfico estilizado.   Raquel Martins   frequentou a Johannesburg School of Arts. Em 1982 vem para Portugal,  iniciando a sua actividade profissional como gráfica e ilustradora e torna-se aprendiz dos Mestres João Ayres e João Pádua sendo por eles incentivada a continuar a carreira artística. Focando-se  a pintar retratos até 2001,  conquista espaço como retratista de personalidades ao mais alto nível. Desde 2001 trabalha a tempo inteiro na pintura. Considera a sua pintura figurativa expressionista.  O Cocktail Bar Matiz Pombalina orgulha-se de expor no seu espaço alguns exemplares do produto da rendição da artista aos encantos dos principais ex libris da cidade de Lisboa.

 

CLIVE COOK CLIVE COOK - MATIZ POMBALINA BAR nasceu em Corley Lancashire, Inglaterra, em 1955 e estudou arte em Hammersmith, Londres e na Universidade de Trent, Nottingham, mas cedo se rendeu à luminosidade de Portugal. Apesar de longa recuperação duma quinta em Figueira, no Algarve, onde reside, trabalha e administra a sua galeria, Clive nunca cortou laços com os ambientes hurbanos, tendo vindo a expor com frequência em Lisboa, onde também mantém residência eventual. Clive dedica-se em exclusivo à pintura, transferindo para as telas, em aguarelas ou a óleo, com impressionante realidade, as cenas da vida quotidiana quer dos campos quer das cidades, invariavelmente com elemento humano a marcar presença de destaque.